A Rédeas do Brasil está em alta! Acredito que todos que estão envolvidos na modalidade podem afirmar isso sem medo de errar. A visibilidade do esporte em todo o mundo cresce, assim como as ações da entidade brasileira. Não só temos bons cavalos e cavaleiros, como material humano investindo e acreditando no futuro. Talvez seja esse o maior trunfo da ANCR e que vem dando certo há alguns anos.

Entre os dias 7 e 10 de março, Avaré/SP, foi palco do ANCR Derby 2019, no Parque de Exposições Fernando Cruz Pimentel – 151 inscritos e R$ 91.500,00 em prêmios. A Emapa é já se tornou tradicional em receber as maiores disputas da modalidade no Brasil. As dependências do recinto ficaram reservadas praticamente em sua totalidade para o evento, oferecendo conforto aos competidores, seus cavalos e aos visitantes.

Nova Geração recebendo premiação na pista. Foto: Karol Rodrigues

Na ocasião, foram realizados Derby – Aberta e Amador níveis 1 a 4, para animais de quatro a seis anos hípicos; VI Copa Cardinal Ranch – Aberta e Amador níveis 1 a 4, para animais de sete anos hípicos ou mais; Pré-Futuiry Aberta e Amador Tripol Ranch, para animais de três anos hípicos; e ainda Derby Jovem e Nova Geração.

Um balanço preliminar da direção da ANCR sobre o Derby mostra que o Potro do Futuro, previsto para meados de agosto, tem tudo para ser um grandioso evento. O presidente da entidade, Francisco Moura, afirma que “o Derby superou as expectativas de inscrições e surpreendeu pelo volume de pessoas passando pelo evento”.

Chico Moura. Foto: Arthur/Jequitibá Comunicação

Todos os anos, as provas de março são o termômetro para que a diretoria da Associação meça como se comportará o restante da temporada. O primeiro evento do ano hípico aconteceu em novembro, o Super Stakes, e agora o pensamento já se volta para a realização do Potro do Futuro e Campeonato Nacional, o maior evento do ano.

“O que mais chamou a atenção foi que no nosso Pré-Futurity tivemos 30 potros inscritos. Em geral, o Potro do Futuro tem 1/3 a mais dos animais oriundos desta. Então podemos projetar 90 potros em agosto, claro como uma expectativa”, resumiu o presidente.

Aulas gratuitas para crianças como Apolo Equitação Western e Rédeas

Pensando no futuro da modalidade, a ANCR mais uma vez disponibilizou aulas gratuitas para as crianças participantes do evento. O treinador Apolônio Hipólito, que já possui vasta experiência com alunos mirins, e sua esposa Priscila Consorti, estiveram no evento para ensinar os pequenos a andar a cavalo e conhecer as manobras da modalidade. Em um redondel montado na pista ao lado da principal, os futuros redieiros passaram momentos de muito aprendizado.

Com o crescimento contínuo da Rédeas no Brasil e da ANCR, fica evidente a adesão de grandes marcas como patrocinadores. O layout dos eventos em Avaré, que continua dando show, também fortalece a presença de estandes de produtos e serviços que acreditam no potencial da modalidade. Outra ação que se manteve em mais um evento foi o Open House aos haras e ranchos da região.

Marcelo Almeida e Queen Cielo Doc. Foto: Adilson Silva

Dentro da pista, destaques pipocaram nos dois dias de provas. Os conjuntos foram julgados por Ricardo Heymann, Wadson Lander, Fabricio Suris, Antonio Correa, Leopoldo Potter e Valter Lopes (Equipamento). Marcelo Almeida mantém sua boa fase e levou o Derby Aberta Nível 4 pelo segundo ano consecutivo. A maior nota do evento foi dele, 225 pontos, com Queen Cielo Doc de Luis Antonio Moraes Ribeiro.

Uma curiosidade dessa prova foi Giovanna Diniz estreando na categoria Aberta. Ela terminou em terceiro lugar do Nível 2 ao apresentar D Quichote Redentor, a quem ela rende todos os méritos: “Ele está sendo responsável por tornar um dos meus sonhos realidade! Essa é a prova que ganhar não é tudo. Eu não fiquei em primeiro lugar, mas estou muito feliz com o resultado e com o que Deus proporcionou para mim. Essa foi, sem dúvida, uma das melhores provas da minha vida”, contou a amazona em seu Instagram.

João Felipe Lacerda e Danny Boy Dunit. Foto: Adilson silva 

Foi a primeira vez que ela disputou na pista na mesma categoria em que se apresentam seu pai, a lenda da Rédeas Gilson Diniz, e seu irmão, Gilsinho Diniz. Já Colonel Blue Eye se destacou ao vencer duas categorias, o Derby Aberta Nível 3, com Marcus Antonio Pereira Junior, nota 220, e o Derby Amador Níveis 3 e 4, com seu proprietário Jefferson Abbud.

João Felipe Lacerda, que recentemente foi homenageado pela ABQM como destaque da Rédeas na temporada 2018, especialmente pelo honroso quarto lugar nos Jogos Equestres Mundiais, subiu bastante ao pódio. Foi campeão da Copa Cardinal Aberta Nivel 4, com Danny Boy Dunnit, 219,5 pontos, campeão Pré-Futurity Aberta Nível 4, com Shinning Tag, 216,5 pontos, reservado campeão Derby Aberta Nivel 4, com Tag Little Step, 220,5 pontos, empatado com Jone Carlos e Country Hit, entre outras colocações.

Giovanna Diniz e D Quixote Redentor. Foto: Adilson Silva

Quem brilhou também foi Maria Luiza Michelin Fagundes, de Portão/RS. A jovem amazona venceu os Níveis 2, 3 e 4 da Copa Cardinal Ranch Amador, montando a guerreira Mahogany Whiz, marcando 216,5 pontos. E voltou ao pódio na categoria Jovem, com My Gunner Tinseltown, nota 214. Malu Fruet e Paulo Tripoloni, os mais jovens atletas em pista no final de semana, foram muito aplaudidos pelo público em suas apresentações na Jovem 10!

Para arrematar esse sucesso, o evento teve uma confraternização no encerramento ao som da banda The Reiners. Resultados completos Derby, Pré-Futurity, Derby Principiante, Jovem e Copa Cardinal.