Terça, 16 de outubro de 2018
19 99746-0072
Brasil

28/09/2018 ás 13h03

509

A Estância

Avaré / SP

Dra. Valéria Lucia dos Santos ministra palestra para na Faculdade Eduvale
A Dra. ganhou repercussão nacional durante uma audiência no Juizado Especial Cível de Duque de Caixas (RJ) ao questionar a decisão da juíza Dra. Ethel Tavares de Vasconcelos que teria chamado a PM para algemá-la.
Dra. Valéria Lucia dos Santos ministra palestra para na Faculdade Eduvale

A advogada e militante carioca Dra. Valéria Lucia dos Santos esteve em Avaré/SP na noite de 27 de setembro para ministrar uma palestra sobre o tema “Prerrogativas da advocacia e os problemas do jovem advogado” direcionada aos estudantes do curso de Direito da Faculdade Eduvale.


A Dra. ganhou repercussão nacional durante uma audiência no Juizado Especial Cível de Duque de Caixas (RJ) ao questionar a decisão da juíza Dra. Ethel Tavares de Vasconcelos que teria chamado a PM para algemá-la.


Vídeos circularam na internet e a prisão da jovem advogada, mulher e negra desencadeou o apoio de defensores das causas raciais e dos direitos das mulheres ganhando destaque nos principais veículos de imprensa do país.


“Não podemos algemar o Brasil e esse ato demonstra que devemos lutar pelos nossos ideais!”, ressaltou Dr. Claudio Mansur Salomão (presidente mantenedor da Faculdade Eduvale) ao recepcionar a convidada junto com membros do corpo diretivo, coordenadores, professores e convidados.


No auditório da Instituição, a palestrante discorreu sobre as prerrogativas do advogado em função com base no artigo 7 do Estatuto da Advocacia e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) - Lei 8906/94 - que fala sobre os direitos do profissional.


Problemas e dilemas enfrentados no início de carreira e uma reflexão sobre o lamentável acontecimento com a jovem advogada também foram alguns dos tópicos em pauta. A apresentação teve como finalidade demonstrar aos universitários a necessidade da união da classe na defesa de suas causas e no trabalho.


“O advogado é o único que de acordo com a Constituição é considerado o defensor da justiça, pois ele defende os direitos do cidadão. E as prerrogativas são os direitos que ele tem em se pronunciar, bem como exercer a sua profissão amplamente sem ser podado. Os futuros operadores precisam estudar e ter conhecimento sobre, justamente pelo fato de que quando se é um jovem advogado você tem medo, mas é preciso arriscar e enfrentar!”, pontuou a Dra. Valéria.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium