Terça, 16 de outubro de 2018
19 99746-0072
Cidades

25/09/2018 ás 15h47

114

A Estância

Avaré / SP

Parque Tecnológico de Botucatu anuncia 15ª empresa
Atualmente, dos 15 empreendimentos do Parque Tecnológico, 46% são das áreas do agronegócio, biotecnologia e bioprocessos; 34% são da área de TI; e 20% de outras áreas (automobilística, eletrometalmecânica e serviços).
Parque Tecnológico de Botucatu anuncia 15ª empresa

A Martucci Melillo, escritório de advocacia de Botucatu, assinou nesta segunda (24) o documento de concessão de área para construção de uma nova sede dentro do Parque Tecnológico Botucatu. A formalização da concessão de uso da área ocorreu no gabinete do Prefeito de Botucatu, Mário Pardini, e foi acompanhada pelo diretor do Parque Tecnológico, Carlos Alberto Costa, pelo Secretário Adjunto de Desenvolvimento, Daniel Lopes, e diretores da empresa.


De acordo com o grupo, a mudança para o Parque Tecnológico Botucatu permitirá estar num ambiente mais favorável e de inovação, principalmente na área de Tecnologia da Informação, uma vez que pretende desenvolver um novo software de controle de processos judiciais e financeiro. A pretensão é que essa nova ferramenta, futuramente, possa ser ofertada aos demais advogados e escritórios de advocacia com preço acessível.


"O diferencial do projeto é a utilização de inteligência artificial no seu desenvolvimento, que através da jurimetria (mapeamento de decisões judiciais por juiz, comarca, tribunal e por espécie de ação), trará subsídios para o advogado pensar de forma mais ampla e integral nas necessidades dos seus clientes, trazendo maior eficácia ao seu trabalho", esclarece Gustavo Martin, um dos sócios da Martucci Melillo.


A expectativa da empresa é que já neste ano se iniciem as obras de sua nova sede na área externa do Parque.


"A projeto da Martucci Melillo é inovador, principalmente se considerarmos o aspecto da área de atuação da empresa. Mas é justamente nisso que acreditamos, que podemos ser um ambiente de inovação eclético e que proporciona a sinergia entre diferentes tipos de negócios”, argumenta Carlos Costa, diretor do Parque Tecnológico Botucatu.


Atualmente, dos 15 empreendimentos do Parque Tecnológico, 46% são das áreas do agronegócio, biotecnologia e bioprocessos; 34% são da área de TI; e 20% de outras áreas (automobilística, eletrometalmecânica e serviços).

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium