Terça, 16 de outubro de 2018
19 99746-0072
Brasil

07/09/2018 ás 17h33 - atualizada em 07/09/2018 ás 17h39

554

A Estância

Avaré / SP

Prefeitura teria tentado esvaziar manifestação tirando Ato Cívico da frente do Paço
"Parece que o prefeito ficou sabendo que a gente se reuniria em frente ao Paço e por isso ele mudou o lugar", disse uma professora.
Prefeitura teria tentado esvaziar manifestação tirando Ato Cívico da frente do Paço

Lideranças da manifestação ocorrida na frente do Paço Municipal na manhã de hoje, 7 de Setembro, detectaram que a Prefeitura teria tentado esvaziar o movimento, fazendo mudanças de última hora na agenda e convocando os professores para que realizassem atos cívicos nas escolas, o que os impediria de participar dos protestos.
A própria mudança do local ao Ato Cívico, que historicamente é na frente do Paço Municipal, e que foi transferido às pressas para o Tiro de Guerra, demonstrou que a Prefeitura estaria articulando para evitar a presença dos professores na frente da sede da Prefeitura. "Parece que o prefeito ficou sabendo que a gente se reuniria em frente ao Paço e por isso ele mudou o lugar", disse uma professora. 
A própria agenda do evento não foi divulgada – na quarta-feira, dia 5, a reportagem entrou em contato por meio de aplicativo de mensagem com a Secretaria da Comunicação, solicitando a agenda do dia 7 de setembro, e não houve resposta. 
Outra medida da Prefeitura que chamou a atenção foi a convocação, por parte da Secretaria de Educação. para que os professores fizessem comemoração do Dia 7 de Setembro nas escolas. "Isso nunca foi feito, sempre foi feriado...mas contou como dia de trabalho pra nós, e tivemos que receber as crianças justamente no horário em que seria do nosso protesto. Tudo isso pra esvaziar a nossa manifestação. Isso sim é um desrespeito!", falou outra professora. 
GASTOS - Segundo informações, a decisão da Prefeitura acabou gerando gastos extras, como pagamento pelo trabalho no feriado, além de outros serviços, como merendeira, etc. "É mais um gasto...tudo pra tentar minar o nosso movimento", reclama outra professora.

FONTE: A Comarca

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium