domingo, 22 de julho de 2018
19 99746-0072
Brasil

10/07/2018 ás 16h54 - atualizada em 10/07/2018 ás 17h01

175

A Estância

Avaré / SP

Falta de EPIs impossibilita coleta de lixo na cidade
A coleta dos resíduos domiciliares deixou de acontecer na última segunda-feira, 09, porque a Prefeitura não forneceu os materiais para segurança dos trabalhadores
Falta de EPIs impossibilita coleta de lixo na cidade

A população da cidade de Avaré sentiu, durante a última segunda-feira, 09, a falta de um dos serviços mais importantes realizado pelo Funcionalismo Público Municipal: a coleta de lixo. A interrupção aconteceu devido à falta de fornecimento, por parte do Executivo local, dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) necessários para segurança dos funcionários. Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos Municipais de Avaré e Região, Leonardo do Espírito Santo, a situação pode voltar a acontecer caso os direitos dos coletores sejam, novamente, desrespeitados.


 


“Todos sabemos da importância do serviço prestado pelos coletores, mas parece que a atual gestão não se importa com isso. No dia em que eles resolveram não realizar a tarefa, após ouvirem nossas orientações, sequer existiam luvas para o trabalho da data”, disse Leonardo. Ele, representando a categoria, esclareceu os funcionários quanto à necessidade dos equipamentos de segurança para preservação de suas integridades físicas. A Prefeitura é responsável pelo fornecimento de luvas, capa de chuva, botas de borracha e uniformes refletores para os trabalhadores; no entanto, apesar dos constantes pedidos, a maior parte desses materiais não é fornecida regularmente.


 


Após a interrupção nos serviços, parte dos funcionários, sob orientação do Departamento Jurídico do sindicato avareense, concedeu entrevista para emissora de televisão com sucursal na cidade. “A Prefeitura e seu departamento específico se omitiram quanto às condições para trabalho. Nosso papel, nesse caso, é apenas de orientar os trabalhadores”, destacou Leonardo. O Departamento Jurídico da entidade, por sua vez, já acionou o Ministério Público do Trabalho e pediu providências; A Prefeitura de Avaré também foi notificada e terá cinco dias úteis para se manifestar.


 


Vale destacar que após a denúncia e registro por parte da emissora televisiva, um lote de luvas foi liberado para os trabalhadores do setor. “Novas ações similares podem acontecer caso a atual gestão não forneça os materiais para o devido trabalho dos servidores”, frisou o sindicalista.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium