domingo, 17 de junho de 2018
19 99746-0072
Educação

18/05/2018 ás 16h19 - atualizada em 18/05/2018 ás 16h24

257

A Estância

Avaré / SP

Índice de gastos com pessoal impede reajuste imediato para servidores da Educação
A Secretaria Municipal da Educação esclarece que, em razão do elevado índice de comprometimento com folha salarial, está impedida de oferecer, neste momento, reajuste para toda a categoria.
Índice de gastos com pessoal impede reajuste imediato para servidores da Educação

A Secretaria Municipal da Educação esclarece que, em razão do elevado índice de comprometimento com folha salarial, está impedida de oferecer, neste momento, reajuste para toda a categoria.


 


Para a Prefeitura, é incontestável o amplo reconhecimento da importância desses profissionais no processo de aprendizagem dos milhares de alunos atendidos diariamente. Não é por acaso, a boa avaliação que o sistema municipal de ensino possui perante a população.


 


A valorização da classe está garantida pelo Plano de Carreira e o Estatuto do Magistério, legislações inovadoras que representam um grande avanço para o setor. Tanto a progressão horizontal quanto a progressão vertical, previstas em lei, serão respeitadas a partir do momento em que houver condições financeiras que permitam à administração municipal o cumprimento dos pagamentos em dia, sem riscos de atrasos significativos para os servidores, limitando-se ao teto de gastos previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal.


 


Em 2017, a atualização monetária da categoria não foi aplicada em razão do inesperado compromisso assumido de última hora com o pagamento do 13salário referente a 2016, não honrado pela gestão anterior. Tais gastos consumiram cerca de R$ 9 milhões, receita que teria sido suficiente para fazer frente ao reajuste não só dos profissionais da educação, mas de todos os servidores que também aguardam a reposição.


 


Importante expor que, antes de se aplicar um reajuste salarial para atender os anseios de todos os servidores, é preciso que haja equilíbrio entre receitas e despesas para que os salários continuem sendo honrados com regularidade, como tem ocorrido nos 17 meses da atual gestão.


A reposição inflacionária (e até um possível ganho real) não estão descartados pela administração. No entanto, é preciso haver consenso entre os direitos do trabalhador e a capacidade econômica da Prefeitura em honrá-los.


 


Eventual oferta de reajustes por parte da administração será previamente discutida com os representantes do funcionalismo.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium