Sexta, 19 de outubro de 2018
19 99746-0072
Geral

09/05/2018 ás 15h53

886

A Estância

Avaré / SP

Reajuste apenas para médicos é barrado em audiência pública
Durante a reunião, ocorrida nas dependências da Câmara, vereadores e dirigentes do sindicato dos servidores rejeitaram a proposta apresentada pelos representantes da Prefeitura
Reajuste apenas para médicos é barrado em audiência pública

A Câmara de Avaré foi, durante a manhã da última quarta-feira, 09, palco de audiência pública o projeto de lei responsável pela criação o nível salarial 16 da Prefeitura. A nova classificação foi idealizada como uma forma de aumento do salário dos médicos, pois os profissionais prestadores de serviços à Prefeitura estão, em sua maioria, pedindo exoneração de seus postos. O aumento, previsto em mais de 50%, no entanto, esbarrou no crivo dos vereadores locais e do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Avaré e Região e deve ser retirado pelo Executivo nos próximos dias.


O recuo foi orientado, na reunião, pelo próprio líder do governo no Legislativo, César Morelli. Dos treze vereadores, oito estiveram presentes e ouviram as alegações favoráveis propostas pelo secretário de Administração, Ronaldo Guardiano, e do presidente do sindicato dos servidores, Leonardo do Espírito Santo, responsável pela exposição de provas referentes ao pagamento de gratificações e horas extras a funcionários específicos; vale destacar que Roslindo Machado, da Saúde, deixou o plenário antes do início das discussões alegando compromissos inadiáveis. “A Prefeitura alega não ter dinheiro para aumentar nossos salários, de forma geral, em 11%, mas continua pagando gratificações para poucos e, assim, afetando o imite prudencial. Os vereadores entenderam, além do mais, que seria uma injustiça dar aumento a apenas uma categoria e deixar o restante dos servidores sem nenhum aumento”, destacou Leonardo.


A proposta feita ao representante da Administração Municipal foi um corte nas despesas de folha de pagamento, além da correção dos holerites e aumento para todos os trabalhadores da Prefeitura para posterior análise e possível aprovação por parte dos parlamentares.


 


 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium