domingo, 17 de junho de 2018
19 99746-0072
Brasil

12/03/2018 ás 17h43 - atualizada em 12/03/2018 ás 17h46

175

A Estância

Avaré / SP

MP instaura inquérito civil sobre licitação da Fampop 2017
Depois da CPI da Fampop, Prefeitura agora vai ter que responder ao Ministério Público sobre processo licitatório que pode ter sido direcionado
MP instaura inquérito civil sobre licitação da Fampop 2017
Foto: Jornal do Ogunhe

A promotora Gilmara Cristina Braz de Castro, da 3ª Promotoria de Justiça de Avaré, resolveu instaurar o Inquérito Civil nº 318/2018 que vai apurar prováveis irregularidades cometidas no processo licitatório que contratou a empresa Conextec Serviços Técnicos Ltda, responsável pela sonorização da 35ª edição da Fampop, em setembro do ano passado.
O inquérito se baseia nas peças de informações remetidas pela Câmara Municipal de Avaré, que no ano passado instalou uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) que apurou supostas irregularidades na contratação da empresa Conextec. 
RELATÓRIO - O relatório final da comissão apontou que teria ocorrido direcionamento do certame licitatório para a empresa “Som da Ilha, Comércio e Produções Ltda ME”, que na época não preencheu os requisitos necessários para sua contratação, já que não apresentou certidão negativa de tributos federais. Entretanto, a empresa Conextec, que ficou em segundo lugar e cujo os donos são parentes dos sócios da empresa Som da Ilha, acabou ficando responsável pela sonorização do festival.

FONTE: A Comarca

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium