domingo, 21 de outubro de 2018
19 99746-0072
Geral

12/03/2018 ás 13h34

214

A Estância

Avaré / SP

Uber prepara atuação em Botucatu e inicia cadastro de motoristas
A empresa, porém, não dá prazo para iniciar as atividades em Botucatu
Uber prepara atuação em Botucatu e inicia cadastro de motoristas

Um dos mais populares aplicativos de transporte da atualidade, a Uber inciou, há poucas semanas, o cadastramento de motoristas para atuação em Botucatu. Com isso, a empresa deve iniciar a prestação dos serviços, como ocorreu recentemente em Bauru e Marília.


A empresa, porém, não dá prazo para iniciar as atividades em Botucatu. Atualmente, mais de 100 cidades brasileiras contam com o serviço de transporte e mobilidade. Segundo a assessoria de imprensa da multinacional, o que ocorre no momento é apenas o cadastramento dos interessados na prestação deste tipo de serviço.


Mesmo sem iniciar as atividades, o nome de Botucatu já consta na lista das cidades que serão contempladas pelo serviço. Isso se deve, explica a assessoria, por causa de prestadores de serviços que têm a cidade como destino.


Quanto a categoria de prestação, a empresa também não revela detalhes, mas possivelmente Botucatu estaria enquadrada no UberX (veículos compactos ou sedãs pequenos de ano modelo 2008 ou mais novo, com quatro portas e cinco lugares e com ar-condicionado). O pagamento será feito apenas com cartão de crédito. Esta é a mesma categoria implantada em Bauru e Marília.


Regulamentação de aplicativos de transporte


No início de março, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei que regulamenta os aplicativos de transporte, como o Uber. Antes apreciado pelo Senado, o texto analisado retiram exigências como placa vermelha, motorista proprietário do veículo e obrigatoriedade de autorização específica do poder municipal para cada motorista.


Para exercer a atividade, haverá certas exigências: veículo que atenda às características exigidas pela autoridade de trânsito e pelo poder público, com idade máxima estipulada pelo município; e carteira do motorista na categoria B ou superior com informação de que exerce atividade remunerada.


De acordo com o texto, os municípios terão de seguir três diretrizes na regulamentação do serviço: efetiva cobrança de tributos municipais pela prestação dos serviços; exigência de seguro de acidentes pessoais de passageiros (APP) e de seguro obrigatório de veículos (DPVAT); e exigência de o motorista inscrever-se como contribuinte individual do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).


Será considerado ilegal o transporte remunerado privado individual que não seguir os requisitos previstos na futura lei e na regulamentação municipal.


Aplicativos de Carona


Com as constantes reclamações sobre o sistema de transporte público em Botucatu, onde até rescisão contratual com as empresas de ônibus e disputa judicial com a Prefeitura; a Secretaria de Mobilidade Urbana anunciou, no final de 2017, acordo com uma start up que desenvolveu um aplicativo gratuito de caronas.


O ZUMPY proporciona o compartilhamento de viagens e fornece aos usuários os dados comparativos caso o deslocamento fosse com táxi ou apenas com um usuário no veículo. Além disso, indica a quantidade de gases poluentes que o usuário deixou de emitir.


À época da implantação desta tecnologia, Rodrigo Fumis, secretário adjunto de mobilidade urbana, citou o pioneirismo da cidade em ser a primeira do país a adotar um aplicativo específico para caronas.

FONTE: por Flávio Fogueral

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium