Sábado, 20 de janeiro de 201820/1/2018
14-9 97904590
Proeste Avaré
POLÍTICA
Tribunal de Justiça suspende Lei que impediu a realização da Emapa 2017.
Jô Silvestre não sancionou a Lei que acabou sendo sancionada pela própria Câmara no fim de Novembro.
A Estância Avaré - SP
Postada em 12/12/2017 ás 17h53 - atualizada em 12/12/2017 ás 18h06
Tribunal de Justiça suspende Lei que impediu a realização da Emapa 2017.

O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou a suspensão da eficácia da Lei 2.160/27 de autoria da Câmara de Vereadores de Avaré que proibia a realização de eventos custeados pela Prefeitura de Avaré no mês de Dezembro. Polêmica. A Lei aprovada através do voto de minerva do Presidente do legislativo –Toninho da Lorsa, tinha como objetivo principal, impedir a realização da 50a Emapa que estava programada para acontecer entre 2 e 10 de Dezembro com Shows, Rodeio, Exposição e Praça de Alimentação.


Com o argumento de que a possível realização do evento prejudicaria o comércio da cidade que funcionaria em horário estendido no mesmo período, a Lei foi amplamente discutida e combatida por grande parte da população de Avaré. Com a aprovação pela Câmara, o Prefeito acabou cancelando a realização do evento que chegou a ser licitado dias antes.


Jô Silvestre não sancionou a Lei que acabou sendo sancionada pela própria Câmara no fim de Novembro. Para restabelecer sua liberdade administrativa, a Prefeitura ajuizou na última semana uma Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADIN, para anular a Lei. A Procuradoria do Município argumenta que a Lei aprovada pelos vereadores  seria uma interferência do Poder Legislativo nas atribuições do Executivo.


O mesmo argumento foi utilizado pelo relator da ação. Segundo o Desembargador que concedeu a liminar, “em juízo de cognição sumária, a norma combatida, in thesis, padece de vício de iniciativa, bem como viola o princípio da independência e harmonia dos Poderes, previsto no artigo 5º da Constituição do Estado”.

FONTE: SECOM AVARÉ
tags:
• Avaré
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
4.105
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium